Centro de Interpretação da Caldeira Velha
     
Foto: Direção Regional do Ambiente - Siaram
 
  AMBIENTE
Centro de Interpretação da Serra de St.ª Bárbara - Terceira e Centro de Interpretação da Caldeira Velha - São Miguel
Ilha Terceira e São Miguel
         
  Designação do projeto
Centro de Interpretação da Serra de St.ª Bárbara - Terceira e Centro de Interpretação da Caldeira Velha - São Miguel
         
  Entidade
Direção Regional do Ambiente
         
  Custo Total Elegível
941.592,00
   
  Fundo Comunitário FEDER
800.353,20€
         
 

Os Centros de Interpretação da Serra de Santa Bárbara e da Caldeira Velha são projetos de apoio à conservação e valorização dos recursos naturais na Região Autónoma dos Açores.
O Centro de Interpretação da Serra de Santa Bárbara é uma infraestrutura de apoio aos visitantes e utilizadores do Parque Natural da Ilha Terceira. A Reserva da Serra de Santa Bárbara e dos Mistérios Negros faz parte do Parque Natural da Ilha Terceira e caracteriza-se por uma grande diversidade de espécies, habitats e ecossistemas protegidos. A Rede Natura 2000 integra também a Zona Especial de Conservação da Serra de Santa Bárbara e Pico Alto. A Serra de Santa Bárbara situa-se no lado oeste da ilha, no concelho de Angra do Heroísmo. É um estrato vulcão extinto, com cerca de 13 km de diâmetro na base cónica e com 1021 metros de altura. O vulcão de Santa Bárbara, que tipifica o contorno elipsoidal a nordeste da ilha Terceira, é o mais geodiversificado de todos os grandes vulcões terceirenses.
O Centro de Interpretação da Caldeira Velha tem como função explicar os valores ambientais; despertar para a educação ambiental associada à interpretação dos valores da paisagem e espaço natural; criar rotas interpretativas de património natural e arquitetónico; e desenvolver o conhecimento dos habitais. A Caldeira Velha está classificada como Monumento Natural Regional em 2004 e é considerada uma das referências turísticas da Ilha de São Miguel e dos Açores. A Caldeira Velha localiza-se concelho da Ribeira Grande, na encosta norte da Serra de Água de Pau, na periferia da Reserva Natural da Lagoa do Fogo, numa importante falha do Complexo Vulcânico do Fogo. É uma zona de vulcanismo secundário onde sobressai um campo fumarólico, associado a um sistema de nascentes termais que caem em cascata numa pequena represa de águas acastanhadas devido à grande abundância de ferro.

         
         
  GALERIA BOAS PRÁTICAS